A população vietnamita está fugindo da sua moeda, o Dong. Há meses que isto está causando a desvalorização contínua da moeda nacional vietnamita em relação ao dólar e outras moedas importantes.

A pressão sobre os representantes oficiais do País está aumentando, já que esta desvalorização não só tem um efeito negativo sobre o saldo das poupanças, mas também sobre a economia do Vietnam. Dado o receio do aumento da inflação, grande parte da população transferiu as suas economias para metais preciosos, especialmente o ouro.

Estes investimentos de capital não-oficial estão fora do sistema monetário existente, e isso pesa na economia vietnamita. Segundo estimativas do World Gold Council (WGC), o capital investido em ouro equivale a 45% do PIB do Vietnam. Se esta estimativa estiver correcta, isso representa cerca de 1.000 toneladas de ouro.

Segundo Nghia, o presidente do Comité de Acompanhamento do Sistema Financeiro Nacional, muito desse ouro está em mãos privadas, e as reservas de ouro do Banco Central não são nem comparáveis. Este é um sinal claro de que cada vez mais vietnamitas estão a retirar o seu capital da economia para investir em ouro, fora do sistema financeiro. O receio de uma inflação crescente reforça a busca de valores refúgio.

A taxa de inflação de Maio registou um aumento de 19,8% em relação ao mês anterior. A inflação do país é extremamente rápida em comparação com a inflação internacional. O aumento dos preços dos géneros alimentícios e dos combustíveis está a contribuir para o aumento descontrolado dos preços.

Na semana passada, o Fundo Monetário Internacional (FMI), pressionou o Governo vietnamita para tomar mais medidas para controlar a inflação no País e ganhar credibilidade no mercado. Actualmente, nem os investidores internacionais nem o povo vietnamita têm confiança na política monetária do Banco Central e na política fiscal do Governo.

Os observadores do mercado esperam que o governo do Vietnam faça todo o possível para impedir esta fuga do Dong para o ouro ou outros valores refúgio. Em fevereiro, o governo já havia apresentado um plano para aumentar o controlo sobre o comércio nacional de ouro. Espera-se que o Banco Estatal do Vietnam publique a primeira versão do decreto antes do final deste mês.

Fontes oficiais informaram recentemente que os particulares, na posse de ouro, em breve só poderiam vendê-lo diretamente ao Banco Central. Assim, a venda para os comerciantes locais seria interditada. É duvidoso que uma tal medida realmente possa interromper a fuga para o ouro. Em vez disso incentivará a crescente perda de confiança pública nas instituições do Estado.