O Ouro está se convertendo num ativo financeiro importante devido às suas muitas qualidades intrínsecas. De acordo com o World Gold Council (Conselho Mundial do Ouro), o ouro está sendo usado, cada vez mais, no sistema financeiro, como garantia para empréstimos e transações. Barras de ouroRecentemente, verificámos que o segundo maior banco da Rússia usou o ouro físico como aval para obter um empréstimo do banco central.

O risco nulo, como contrapartida, e o comportamento anticíclico, faz do ouro uma garantia perfeita. O regulamento da “European Markets and Infrastructure Regulation” (EMIR), autoriza a Câmara de Contrapartida Central (CCP) em toda a Europa a aceitar o ouro como garantia. Também é crescente o uso do ouro como garantia em bancos comerciais.

O ouro de investimento poderia também acabar assumindo esse papel no setor público, melhorando a qualidade creditícia dos títulos governamentais e reduzindo os rendimentos desses títulos.

Natalie Dempster, diretora dos assuntos governamentais do World Gold Council, assinalou que: “As reservas de ouro da zona euro estão acima de 10.000 toneladas, e alguns dos países mais afetados pela crise, como Portugal e Itália, possuem uma proporção significativa desse ouro de investimento. Estas reservas têm servido nesses países, ao longo dos anos e especialmente durante a última década, em parte graças à característica do ouro em manter o poder aquisitivo, e acrescentou: “A questão agora é saber se estas reservas de ouro podem e devem ajudar a aliviar os problemas da Zona Euro e os seus Estados-Membros”.

De acordo com o World Gold Council, 85% dos italianos e 91% dos empresários concordam que o ouro de investimento deve desempenhar um papel importante na recuperação económica.

Enquanto isso, os bancos centrais das economias emergentes continuam a aumentar as suas reservas de ouro. A Federação Russa, em fevereiro e pelo quarto mês consecutivo, acrescentou quase 7 toneladas de ouro às suas reservas que se situam agora perto das 980 toneladas, colocando a reserva de ouro da Rússia como a oitava maior do mundo.

A Turquia também aumentou em Fevereiro as suas reservas oficiais de ouro, pelo terceiro mês, como fica claro a partir dos dados divulgados pelo Fundo Monetário Internacional.